Olá 2014, adeus 2013

Mais um ano se passou. E esse foi o que passou mais rápido até agora. Não sei como o qualificar, não sei se foi o melhor ou o pior. Talvez seja um nada já que soma um pouco de cada lado. Tenho tantas memórias desse ano, e é incrível quando eu o comparo ao do ano de 2012. Minha vida inteira mudou, o jeito que eu vivo, estudo, os meus amigos, o que eu faço no meu tempo livre. Como pode acontecer tanta coisa em apenas 365 dias? Como sua vida pode virar de ponta cabeça? E parece que aceitamos, pois o que podemos fazer? Temos que aceitar as mudanças pois em longo prazo elas podem lhe fazer bem; e foi o que notei esse ano.
 Notei esse ano que pequenas e estúpidas ações podem mudar tudo. No momento acabam sendo bobas, desnecessárias, mas a longo prazo elas fazem uma enorme diferença. Elas te mudam. Uma briga pode te mudar de mil jeitos, desde como você olha para as pessoas até o que você faz no seu tempo livre. Em quem você confia, com quem você conversa, a quem você corre num momento de necessidade. Tudo pode mudar, tudo muda. Dai depende de você se vai querer esquecer algo e voltar a viver como era antes, ou aceitar a perda e tentar viver com o que tem agora.
Pequenas ações mudaram minha vida esse ano, muitas coisas que não esperava aconteceram. Tive muitos momentos que desabei, mas tive muitos momentos que me fizeram sorrir, e por causa desses momentos lindos e únicos, vou amar esse ano. 
Não sei mais o que esperar pros meus próximos anos. Não esperava grandes mudanças e mesmo assim elas aconteceram. Ano que vem pode mudar tudo de novo, posso perder tudo ou ganhar coisas que não esperava, ou pode tudo continuar o mesmo desse ano.
Mas mesmo com o medo do desconhecido, temos que abraçar esse novo ano, independente do que ele nos traga.
Feliz ano novo!!! 

Unhas para o natal

 Olá! Com o Natal chegando nada melhor do que uma pequena inspiração de última hora! O Natal é sempre a data em que as pessoas ficam mais ansiosas para criar looks lindos, confortáveis, chiques ou fofos; e nada melhor do que ter as unhas certas para melhorar o look. Então aqui estou com várias imagens de lindas formas de pintar as unhas para esse Natal. Espero que vocês gostem.











Dicas de Filmes - Parte 1


Olá, como vão? Estamos naquele tempo de férias que a falta do que fazer é grande, por isso vim indicar alguns filmes para vocês verem, vou tentar variar bastante quanto ao tipo de filme, drama, ficção e quem sabe até terror. A ordem está bem aleatória, então veja até o final do post.


  • Em Chamas
Este é o segundo volume da trilogia Jogos Vorazes, baseada nos romances de Suzanne Collins. A saga relata a aventura de Katniss (Jennifer Lawrence), jovem escolhida para participar aos "jogos vorazes", espécie de reality show em que um adolescente de cada distrito de Panem, considerado como "tributo", deve lutar com os demais até que apenas um saia vivo. Neste segundo episódio da série, após a afronta de Katniss à organização dos jogos, ela deverá enfrentar a forte represália do governo local, lutando não apenas por sua vida, mas por toda a população de Panem.
Em Chamas é um dos melhores filmes do ano! Apesar de muitos acharem o livro Em Chamas o mais caído da série, na minha opinião em relação ao filme, Em Chamas ganha de Jogos Vorazes. Podemos ver melhor como vivem as pessoas da Capital nesse filme, o que nos faz realmente querer que acabe todo esse negócio de distritos e nos faz querer realmente uma revolução. Também vemos os outros distritos se levantando e se torna obvio que uma guerra vai acabar estourando, por mais que a Capital tente controlar os rebeldes.
Outra coisa que torna o filme incrível é a participação dos antigos vitorioso
  • Kick-Ass 2
O ato insano de Dave Lizewski (Aaron Taylor-Johnson) em se vestir como o super-herói Kick-Ass e ir para as ruas combater o crime, mesmo sem ter qualquer tipo de superpoder, serviu de inspiração para dezenas de pessoas, que resolveram seguir o mesmo caminho. Mindy Macready (Chloë Moretz) deseja seguir como a super-heroína Hit-Girl, mas o sargento Marcus Williams (Morris Chestnut), que prometeu ao pai dela que iria cuidá-la em sua ausência, não quer que ela leve uma vida perigosa. Com isso, Mindy é obrigada a levar a vida de uma garota de sua idade, deixando de lado os atos heróicos, por mais que Dave insista para que ela faça o contrário. Entretanto, a carreira heróica de Dave não será solitária por muito tempo, já que não demora muito para conhecer o Coronel Estrelas e Listras (Jim Carrey), um ex-integrante da máfia que está reunindo um grupo de super-heróis sem poderes para combater o crime. Paralelamente, Chris D'Amico (Christopher Mintz-Plasse) prepara sua vingança contra Kick-Ass, assumindo um novo codinome: Motherfucker.
 Kick-Ass 2 continua com o sangue, lutas, palavrões que têm no primeiro filme, porém o segundo filme dá um foco maior à Mindy (Hit Girl) e sua vida na escola, deixando o filme mais adolescente, mais comum e menos fantasioso (um pouquinho só). Já quanto ao Dave, ele se junta a uma nova gangue de heróis e começa a combater todos os criminosos. Chris traz toda a comédia pro filme com sua vontade de acabar com os heróis, para ter sua vingança de Kick-Ass.
  • Thor: O Mundo Sombrio
Enquanto Thor (Chris Hemsworth) liderava as últimas batalhas para conquistar a paz entre os Nove Reinos, o maldito elfo negro Malekith (Christopher Eccleston) acordava de um longo sono, sedento de vingança e louco para levar todos para a escuridão eterna. Alertado do perigo por Odin (Anthony Hopkins), o herói precisa contar com a ajuda dos companheiros Volstagg (Ray Stevenson), Sif (Jaimie Alexander), entre outros, e até de seu irmão, o traiçoeiro Loki (Tom Hiddleston), em um plano audacioso para salvar o universo do grande mal. Mas os caminhos de Thor e da amada Jane Foster (Natalie Portman) se cruzam novamente e, dessa vez, a vida dela está realmente em perigo.
Adorei o novo filme do Thor, até porque vemos mais piadas e a relação de Thor e Loki, e, claro, há varias cenas do Loki, mostrando o lado mais sensível dele. Também temos Jane Foster nesse filme, mas apesar de ser importante, as cenas dela são meio paradas, caídas. Várias cenas de luta incríveis, efeitos especiais maravilhosos. Vida longa à Marvel.
  • O Grande Gatsby
Nick Carraway (Tobey Maguire) tinha um grande fascínio por seu vizinho, o misterioso Jay Gatsby (Leonardo DiCaprio). Após ser convidado pelo milionário para uma festa incrível, o relacionamento de ambos torna-se uma forte amizade. Quando Nick descobre que seu amigo tem uma antiga paixão por sua prima Daisy Buchanan (Carey Mulligan), ele resolve reaproximar os dois, esquecendo o fato dela ser casada com seu velho amigo dos tempos de faculdade, o também endinheirado Tom Buchanan (Joel Edgerton). Agora, o conflito está armado e as consequências serão trágicas.
Eu não esperava gostar tanto de O Grande Gatsby, esperava um drama chato e tedioso; mas eu acabei amando o filme, que é triste e tocante. DiCaprio, assim como Maguire, estão incríveis como Gatsby e Nick. A direção de filmagem é incrível, o cenário, as roupas, os personagens, a trilha sonora, tudo encanta. O final é de dar ódio e de cortar o coração.
  • Os suspeitos
Boston, Estados Unidos. Keller Dover (Hugh Jackman) leva uma vida feliz ao lado da esposa Grace (Maria Bello) e os filhos Ralph (Dylan Minnette) e Anna (Erin Gerasimovich). Um dia, a família visita a casa de Franklin (Terrence Howard) e Nancy Birch (Viola Davis), seus grandes amigos. Sem que eles percebam, a pequena Anna e Joy (Kyla Drew Simmons), filha dos Birch, desaparecem. Desesperadas, as famílias apelam à polícia e logo o caso cai nas mãos do detetive Loki (Jake Gyllenhaal). Não demora muito para que ele prenda Alex (Paul Dano), que fica apenas 48 horas preso devido à ausência de provas contra ele. Alex na verdade tem o QI de uma criança de 10 anos e, por isso, a polícia não acredita que ele esteja envolvido com o desaparecimento. Entretanto, Keller está convicto de que ele tem culpa no cartório e resolve sequestrá-lo para arrancar a verdade dele, custe o que custar.
 Os Suspeitos é um dos meus suspenses favoritos, é de explodir a cabeça, se me permitem usar essa expressão. Adoro como você não sabe de nada, mas sabe; sente que tal pessoa é quem sequestrou as meninas, mas ainda sim, o filme pode te surpreender.
  • Terror em Silent Hill
Rose da Silva (Radha Mitchell) é uma mulher atormentada, já que sua filha Sharon (Jodelle Fernand) está morrendo de uma doença fatal. Contrariando seu marido, Rose decide levá-la a uma cidade que sempre menciona em seus sonhos quando está sonâmbula. No caminho para encontrá-la Rose atravessa um portal, que a leva à cidade deserta de Silent Hill. Lá Sharon desaparece, o que faz com que Rose procure a menina por todos os lugares. É quando Rose descobre que a aparente cidade deserta é na verdade habitada por criaturas demoníacas, que surgem de praticamente todos os lugares em que toca.
Silent Hill é um bom filme para dar sustos, recomendo o primeiro para que você possa ver a continuação, que é dez vezes melhor que o primeiro, até porque o cast é maravilhoso.
  • A Família
Após entrar para o programa de proteção à testemunha, uma família tradicional ítalo-americana ligada à máfia é transferida para a França. De início eles se adaptam à nova vida, mas aos poucos os velhos hábitos voltam à tona e eles passam a resolver os problemas que surgem a seu modo. Ao mesmo tempo, líderes da máfia nos Estados Unidos, procuram pelo grupo em busca de vingança. O agente do FBI Stansfield (Tommy Lee Jones) fará de tudo para protegê-los, mas nem sempre contará com a ajuda do pai da família, Fred Blake (Robert De Niro), e nem dos outros membros. 
A Família mistura comédia e ação. Tem uma história bem divertida, e as cenas de ação são incríveis. Vi o filme por causa da Dianna Agron, mas acabei me surpreendendo. Eles nunca deixaram de ser quem são, mafiosos, e isso deixa tudo mais divertido.

Ainda vou postar as próximas partes, e vou tentar ver mais filmes. Espero que vocês gostem desses filmes e os vejam quando estiverem no tédio.

8 Tracks: Breath of the Forest


Bom dia, fazia tempo - muito tempo - que eu não dava uma dica de mix para vocês. Bem, hoje eu trago uma que foi inspirada na nova série vício de muita gente, Reign. Reign se tornou a minha nova série do ano preferida por causa das reviravoltas, por falar de reis e rainhas, tem romance de arrancar os cabelos e sempre um final incerto.
A playlist se chama Breath of the Forest e contém 10 músicas (as 10 que estão na imagem acima), é uma playlist bem indie e algumas das músicas já tocaram na série; por exemplo Scotland do The Lumineers é a música de abertura da série (uma abertura que eu amo posso dizer). Espero que vocês gostem dela.

Ender's Game - O Jogo do Exterminador

Ressuscitando o blog aqui! Queria começar com outra postagem, mas acho que vou começar com essa resenha de filme. Acabei de ver o final de Ender's Game, filme que lança dia 20 de Dezembro (fora de época não?) - antes de perguntas, eu vi o filme online, porém a qualidade estava horrível e a câmera tremia tanto que havia partes que era muito difícil de se ver a imagem.

Em um futuro próximo, extraterrestres hostis atacaram a Terra. Com muita dificuldade, o combate foi vencido, graças ao heroísmo do comandante Mazer Rackham. Desde então, o respeitado coronel Graff e as forças militares terrestres treinam as crianças mais talentosas do planeta desde pequenas, no intuito de prepará-las para um próximo ataque. Ender Wiggin, um garoto tímido e brilhante, é selecionado para fazer parte da elite. Na Escola da Guerra, ele aprende rapidamente a controlar as técnicas de combate, por causa de seu formidável senso de estratégia. Não demora para Graff considerá-lo a maior esperança das forças humanas. 

Ender's Game é estrelado pelo maravilhoso Asa Butterfield; como fã do Asa devo dizer que é maravilhoso ver ele crescendo como ator, ver ele desde de pequeno em filme e agora ver ele num papel grandioso como o do Ender, um personagem super inteligente, de poucos amigos e até um pouco emotivo, é incrível. Estou muito orgulhosa dele, assim como a Abigail Breslin (que interpreta a Valentine) e a Hailee Steinfeld (Petra), que eu achei que teria um papel com mais falas, mas ainda sim muito importante.


O filme tem uma ótima direção de filmagem, adorei a história e como ela se desenvolve também. As cenas de ação e de toda a parte do treinamento são incríveis e deixam você sem folego, além de durarem um bons minutos para darem todo o suspense necessário. Você torce loucamente para saber o que acontece com o Ender, com toda a tripulação, se eles ganham ou perdem, se há realmente um final e tudo mais.

O final do filme de deixou chocada, meio brava e muito curiosa; espero que eles façam uma continuação logo mesmo que, conforme eu li, o cast não será o mesmo e sim um com atores mais velhos. Ou seja, tchau Asa, tchau Abigail, tchau Hailee.