"Correr ou Morrer" de James Dashner

Nome: Correr ou Morrer
Autor: James Dashner
Coleção: Maze Runner
Nº de Páginas: 426
Editora: Vergara & Riba


Ao acordar dentro de um escuro elevador em movimento, a única coisa que Thomas consegue lembrar é de seu nome. Sua memória está completamente apagada. Mas ele não está sozinho.
Quando a caixa metálica chega a seu destino e as portas se abrem, Thomas se vê rodeado por garotos que o acolhem e o apresentam à Clareira, um espaço aberto cercado por muros gigantescos. Assim como Thomas, nenhum deles sabe como foi parar ali, nem por quê. Sabem apenas que todas as manhãs as portas de pedra do Labirinto que os cerca se abrem, e, à noite, se fecham. E que a cada trinta dias um novo garoto é entregue pelo elevador. Porém, um fato altera de forma radical a rotina do lugar - chega uma garota, a primeira enviada à Clareira. E mais surpreendente ainda é a mensagem que ela traz consigo.
Thomas será mais importante do que imagina, mas para isso terá de descobrir os sombrios segredos guardados em sua mente e correr, correr muito.

  Imagino que esta será uma resenha curta, já que não há muito o que contar sobre o livro sem soltar um spolier, possivelmente, crucial para o livro e para o sentido da história.
  Thomas acordou em um elevador em movimento. Ele não lembra de ter entrado no mesmo, ou para aonde o elevador vai. E ele não se lembra de coisas simples, como sua idade, o nome de seus pais, sua aparência física, se tinha irmãos, sua cidade natal, etc. Thomas está em um elevador, e a única coisa que se lembra é seu nome.
  O livro é um grande ponto de interrogação; apesar de ser narrado como narrador onisciente, nós só sabemos o que Thomas sabe - o que não é muita coisa em grande parte do livro. Seguindo a história, assim que sai do elevador, Thomas se vê em uma grande clareira, com altas paredes de pedras cercando o lugar. Parte dessas paredes se abrem de manhã e se fecham de noite, o que a separa a clareira do denominado labirinto e tudo passeia por lá de noite.
   Todos os habitantes da clareira (que são todos meninos) vivem em harmonia, trabalhando em diferentes áreas. Um dos trabalhos de mais destaque é o dos runners, estes saem todas as manhãs para explorar o labirinto e tentar achar uma saída de lá.
   Tudo ocorre bem na clareira, Thomas chega e seu primeiro dia é uma loucura. Mas coisas estranhas começam a acontecer com a chegada de Thomas, começando com a chegada da primeira menina da clareira, Teresa, que chega inconsciente no lugar e com um bilhete escrito: "o malvado é bom". E a pergunta que ronda a cabeça dos outros meninos é: estaria Thomas envolvido com tudo isso?
   Apesar do livro te deixar meio perdido por causa de várias perguntas que são deixadas em aberto mesmo após o final; o livro contém uma escrita frenética, com muitos acontecimentos chocantes no decorrer do livro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você achou dessa postagem? Deixe seu comentário!