"Cidade das Almas Perdidas" de Cassandra Clare

Nome: Cidade das Almas Perdidas
Autora: Cassandra Clare
Coleção: Os Instrumentos Mortal - Livro 5
Nº de Páginas: 434
Editora: Galera Record



Quando Jace e Clary voltam a se encontrar, Clary fica horrorizada ao descobrir que a magia do demônio Lilith ligou Jace ao perverso Sebastian, e que Jace tornou-se um servo do mal. A Clave decide destruir Sebastian, mas não há nenhuma maneira de matar um sem destruir o outro. Mas Clary e seus amigos irão tentar mesmo assim. Ela está disposta a fazer qualquer coisa para salvar Jace, mas ela pode ainda confiar nele? Ou ele está realmente perdido?

Cassandra Clare se supera em cada livro e isso fica claro no penúltimo livro da saga Os Instrumentos Mortais. Conforme você vai lendo a saga você sempre pensa que não pode ficar melhor ou mais irritante e Cassandra mostra que você está errado a cada livro novo que é lançado.
  Esse volume de Os Instrumentos Mortais gira em torno de uma pergunta: como pode salvar o Jace. Jace está ligado a Sebastian por meio de um feitiço parecido com o feitiço da ligação parabatai, mas bem mais poderoso - podendo ter até alguns efeitos colaterais. Se um é ferido, o outro também; ou seja, se um morre, o outro também morre.
  Com Jace 'ausente', todo o "grupo" de Clary faz o máximo para achar um jeito para separar a ligação de Sebastian e Jace. Porém a Clave também está de olho nos meninos e se eles acabarem achando Sebastian vão acabar matando o Jace.
  O livro tem muitas reviravoltas, que se é esperado em um livro da Cassandra Clare, e mais uma vez você não consegue largar o livro por um segundo! Os pontos de vistas mais frequentes no livro são os da Clary e os do Simon - Cassandra está dando cada vez mais atenção e participação para o Simon nos livros -, e só há um ponto de vista do Jace no livro inteiro que fica no Epílogo!
  Não há muito o que eu possa falar do livro sem dar muitos spoliers, porém podem esperar romance, viagens, muita ação e momentos de tirar o fôlego.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você achou dessa postagem? Deixe seu comentário!