7 Livros que estão na minha wishlist (Setembro)

Não sei se vocês sabem, mas eu sou apaixonada por livros. Amo viver na pele de outra pessoa, poder passar por tudo o que ela passou, seja coisas ruins ou não. Recentemente fiz minha primeira resenha aqui no blog, de um livro que tive que ler para um trabalho de escola. Mas meu amor por livros não acaba e aqui trago os 7 livros que eu mais quero ler.
Sem ordem específica.

Falei ainda hoje que está rolando uma promoção no blog Garota It aonde o premiado levará um desses livros para casa. O livro 'Ao meu ídolo, com amor...' é um suspense/mistério escrito por Mariana Pereira.
Sinopse: A vida do ator Bernardo Monteiro parecia perfeita. Mimado por suas milhões de fãs histéricas, convidado para as melhores festas de São Paulo, dirigindo carros importados, morando numa cobertura duplex em um bairro nobre da cidade, com vista privilegiada e incontáveis funcionários a seu dispor. Tudo o que um jovem de 20 anos podia pedir, ou ao menos imaginar ter. O que ele não esperava, no entando, era encontrar Isabella Corrêa, sua namorada na época, morta em seu apartamento. No ano seguinte, foi a vez de Luiza Martins. Ana Maria Paviani, investigadora de polícia, já tinha desvendado casos que pareciam impossíveis. Mas nada no mundo se comparava às namoradas mortas do ator mais querido pelas adolescentes. Esses assassinatos só não lhe tiravam mais o sono do que a necessidade de contato entre ela e Bernardo. Dizer que não se gostavam era pouco para duas pessoas que não tinham a menor vontade de passar mais de dois segundos no mesmo ambiente.

Encarcerados é o primeiro livro da série Fuga de Furnace, conheci o livro através do Garota It e só pelo o que ela falou do livro, ficou morrendo de vontade de ler o livro.
Sinopse: De um dia para outro, Alex Sawyer passou de valentão a delinquente juvenil. Os trocados arrancados dos garotos na escola já não eram suficientes, e, com a ajuda de seu melhor amigo, Toby, começou a cometer pequenos furtos na vizinhança. Até que uma noite, homens fortes, de terno preto, e um esquisitão usando uma máscara de gás cruzaram o caminho dos dois. Toby foi cruelmente assassinado e Alex, preso e acusado pela morte do amigo. Seu novo lar? A Penitenciária de Furnace, um buraco - literalmente - para onde todos os garotos condenados são enviados, e de onde só é possível sair morto. Com guardas sádicos e criaturas terríveis responsáveis pela segurança, Furnace é o inferno. O lugar é infestado de criminosos - como as perigosas gangues Caveiras e os Cinquenta e Nove - mas também há muitos garotos que, como Alex, foram presos por crimes que não cometeram. Como escapar e provar sua inocência? Em quem confiar? O que na verdade era Furnace: um reformatório? Um depósito? Ou, pior, um laboratório maligno?

O livro que eu mais quero ler é Cidade dos Ossos, o primeiro livro da série Os Instrumentos Mortais. O livro já está em gravação para a adaptação para o filme, o que é outro bom motivo para ler.
Sinopse: Um mundo oculto está prestes a ser revelado... Quando Clary decide ir a Nova York se divertir numa discoteca, nunca poderia imaginar que testemunharia um assassinato - muito menos um assassinato cometido por três adolescentes cobertos por tatuagens enigmáticas e brandindo armas bizarras. Clary sabe que deve chamar a polícia, mas é difícil explicar um assassinato quando o corpo desaparece e os assassinos são invisíveis para todos, menos para ela. Tão surpresa quanto assustada, Clary aceita ouvir o que os jovens têm a dizer... Uma tribo de guerreiros secreta dedicada a libertar a terra de demônios, os Caçadores das Sombras têm uma missão em nosso mundo, e Clary pode já estar mais envolvida na história do que gostaria.


A menina que roubava livros está na lista de livros que um dia vou ler, mas esse dia vem ficando cada vez mais distante já que faço a promessa de lê-lo faz tempo.
Sinopse: Entre 1939 e 1943, Liesel Meminger encontrou a Morte três vezes. E saiu suficientemente viva das três ocasiões para que a própria, de tão impressionada, decidisse nos contar sua história, em "A Menina que Roubava Livros", livro há mais de um ano na lista dos mais vendidos do "The New York Times". Desde o início da vida de Liesel na rua Himmel, numa área pobre de Molching, cidade desenxabida próxima a Munique, ela precisou achar formas de se convencer do sentido da sua existência. Horas depois de ver seu irmão morrer no colo da mãe, a menina foi largada para sempre aos cuidados de Hans e Rosa Hubermann, um pintor desempregado e uma dona de casa rabugenta. Ao entrar na nova casa, trazia escondido na mala um livro, "O Manual do Coveiro". Num momento de distração, o rapaz que enterrara seu irmão o deixara cair na neve. Foi o primeiro de vários livros que Liesel roubaria ao longo dos quatro anos seguintes.E foram estes livros que nortearam a vida de Liesel naquele tempo, quando a Alemanha era transformada diariamente pela guerra, dando trabalho dobrado à Morte. O gosto de roubá-los deu à menina uma alcunha e uma ocupação; a sede de conhecimento deu-lhe um propósito. E as palavras que Liesel encontrou em suas páginas e destacou delas seriam mais tarde aplicadas ao contexto a sua própria vida, sempre com a assistência de Hans, acordeonista amador e amável, e Max Vanderburg, o judeu do porão, o amigo quase invisível de quem ela prometera jamais falar. Há outros personagens fundamentais na história de Liesel, como Rudy Steiner, seu melhor amigo e o namorado que ela nunca teve, ou a mulher do prefeito, sua melhor amiga que ela demorou a perceber como tal. Mas só quem está ao seu lado sempre e testemunha a dor e a poesia da época em que Liesel Meminger teve sua vida salva diariamente pelas palavras, é a nossa narradora. Um dia todos irão conhecê-la. Mas ter a sua história contada por ela é para poucos. Tem que valer a pena.

Tive interesse pelo livro depois que vi o filme e li um comentário que o livro era bem melhor que a adaptação. Sinto ás vezes que leio muita ficção e que um pouco de realidade não iria me fazer mal, por isso meu desejo de lê-lo.
Sinopse: Bruno tem nove anos e não sabe nada sobre o Holocausto e a Solução Final contra os Judeus. Também não faz idéia de que seu país está em guerra com boa parte da Europa, e muito menos de que sua família está envolvida no conflito. Na verdade, Bruno sabe apenas que foi obrigado a abandonar a espaçosa casa em que vivia em Berlim e mudar-se para uma região desolada, onde ele não tem ninguém para brincar nem nada para fazer. Da janela do quarto, Bruno pode ver uma cerca, e, para além dela, centenas de pessoas de pijama, que sempre o deixam com um frio na barriga. Em uma de suas andanças Bruno conhece Shmuel, um garoto do outro lado da cerca que curiosamente nasceu no mesmo dia que ele. Conforme a amizade dos dois se intensifica, Bruno vai aos poucos tentando elucidar o mistério que ronda as atividades de seu pai. "O Menino do Pijama Listrado" é uma fábula sobre amizade em tempos de guerra, e sobre o que acontece quando a inocência é colocada diante de um monstro terrível e inimaginável.

Garota It conseguiu de novo, estou com uma vontade louca de ler esse livro. Como disse ai em cima, um pouco de realidade é 'legal', e a intenção dos livros não é essa? Te fazer olhar para um mundo com outros olhos? Eu sinto que assim que eu ler esse livro, mudarei o jeito de ver á todos.
Sinopse: E se você desejasse a morte de uma pessoa e isso acontecesse? E se o assassino fosse alguém que você ama? O namorado de Valerie Leftman, Nick Levil, abriu fogo contra vários alunos na cantina da escola em que estudavam. Atingida ao tentar detê-lo, Valerie também acaba salvando a vida de uma colega que a maltratava, mas é responsabilizada pela tragédia por causa da lista que ajudou a criar. A lista com o nome dos estudantes que praticavam bullying contra os dois. A lista que ele usou para escolher seus alvos. Agora, ainda se recuperando do ferimento e do trauma, Val é forçada a enfrentar uma dura realidade ao voltar para a escola para terminar o Ensino Médio. Assombrada pela lembrança do namorado, que ainda ama, passando por problemas de relacionamento com a família, com os ex-amigos e a garota a quem salvou, Val deve enfrentar seus fantasmas e encontrar seu papel nessa história em que todos são, ao mesmo tempo, responsáveis e vítimas.

Fiquei com vontade de ler Quem é você, Alasca? depois que o Greyson Chance (não sabe que é clica aqui) recomendou o livro como seu livro preferido.
Sinopse: Miles Halter é um adolescente fissurado por célebres últimas palavras — e está cansado de sua vidinha segura e sem graça em casa. Vai para uma nova escola à procura daquilo que o poeta François Rabelais, quando estava à beira da morte, chamou de o “Grande Talvez”. Muita coisa o aguarda em Culver Creek, inclusive Alasca Young. Inteligente, engraçada, problemática e extremamente sensual, Alasca levará Miles para o seu labirinto e o catapultará em direção ao Grande Talvez. Quem é você, Alasca? narra de forma brilhante o impacto indelével que uma vida pode ter sobre outra. Este livro incrível marca a chegada de John Green como uma voz importante na ficção contemporânea.


Quais são os livros que vocês estão loucos para ler? Já leram algum desses?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você achou dessa postagem? Deixe seu comentário!