Feliz 2013!


 2012 passou voando. Tanta coisa boa: novos amigos, o blog, fortalecimento de muitas amizades, conheci e começou muitas séries de televisão ótimas, música e cinema arrasando, e muitas outras coisas. E com o final de 2012 temos o começo de um ano que esperamos que seja melhor que o anterior. Agora são 20:30 e a minha internet está horrível - talvez a culpa seja pelo fato de eu estar com um monte de abas abertas, mas isso é uma história meio longa, então - com isso não faço ideia de quando esse post vai ao ar.
 Quero desejar a vocês que visitam o blog ou diariamente, ou uma vez por semana, ou você que conheceu o blog agora enquanto procurava algo na internet um ótimo 2013. Vamos fazer com que seja melhor que 2012 e aproveitar cada segundo que o mundo não acabou. Temos que começar o ano assim, com o otimismo que seremos mais felizes, com a alegria de um novo começo, com os melhores pensamentos que podemos arranjar. O que está na sua lista de coisas à cumprir em 2013? Tente não deixar ela de lado assim como você provavelmente fez com a lista de 2012.

 E para fechar, um DJ que agradeço muito, fez um mashup com 50 músicas que ficaram no topo das paradas de 2012

Já conhece: Imagine Dragons?





















 Último 'Você Precisa Conhecer' do ano, ele conta com uma das melhores bandas que conheci esse ano foi a Imagine Dragons, que é uma banda com estilo indie rock que se formou em 2008, mas a banda só começou a lançar CD e ser conhecida por todos esse ano. Formada inicialmente por Dan Reynolds, Ben McKee, Wayne Sermon, Dan Platzman, Andrew Tolman e Brittany Tolman, mas os dois últimos não estão mais na banda.
 Em Novembro de 2011 a banda foi contratada pela Interscope Records. E Em Setembro desse ano, eles lançaram o seu primeiro álbum 'Night Visions', que conta com o sucesso 'It's Time' que ficou muito famosa após tocar no trailer de 'As Vantagens de Ser Invisível'. O álbum ficou em 2º no Billboard 200, com mais de 83 mil cópias vendidas na primeira semana, o lugar mais alto que um álbum de estréia de rock conseguiu nas paradas desde 2006. Eles ainda lançaram um EP 'Hear Me' que foi entregue e vendido no Reino Unido.
 A banda saiu e vai sair de novo em turnê, mas não ha previsão que a banda venha para a América do Sul, muito menos para o Brasil.







 Espero que vocês gostem tanto dessa banda quanto eu gosto.

Top 7 - Cantores descobertos em 2012


























 2012 foi o ano da música ao redor do mundo. Vários novos talentos, grande parte deles vindo da 'Invasão Britânica'. Novos CD's. Videoclipes. Assim como fiz no Top 7 Livros Lidos, aqui mostro os cantores que eu mais gostei dos quais eu descobri nesse ano. Sem ordem.





























 A cantora Nina Nesbitt tem 18 anos, faz música pop com um toque de folk, além de escrevê-las. Nascida na Escócia, a moça está prestes a entrar em turnê, de novo; sempre super carinhosa com seus fãs, Nina tem um website e lá os top comentaristas de cada mês tem direito a um hangout com a própria, imagina!
 Dê um play em: Boy, Glue, Only Love e The Apple Tree.





















 A Cher Lloyd conquistou o mundo esse ano. Ao lançar seu single 'Want U Back' milhões de pessoas conheceram e amaram a ex finalista do X Factor UK que um dia foi muito odiada. Cher conquistou os Estados Unidos, aonde fez shows, criou um mikshake especial e lançou uma versão especial de seu primeiro disco.
 Dê um play em: Swagger Jagger, Riot!, Beautiful People e Grow Up.





















 Posso só ter conhecido o Ed Sheeran esse ano, mas o que eu não sabia é que eu conhecia o trabalho dele como compositor, por causa da One Direction. O cantor arrasa compondo e já conquistou milhares de fãs, incluindo a Taylor Swift com quem escreveu uma música.
 Dê um play em: Drunk, Give Me Love, Grade 8 e Miss You






























 Olly Murs era um cantor que não esperava gostar tanto, conheci o britânico no Multishow com o clipe 'Heart Skips A Beat' e ele é um dos milhares finalistas do X Factor UK, ele acabou em segundo, mas não desistiu do sonho. Esse ano visitou os Estados Unidos e só visitou lá depois de ver como seus amigos, a banda One Direction, eram queridos lá.
 Dê um play em: Troublemaker, Heart Skips a Beat, Dance with me tonight, Busy





















 A Rita Ora também foi um grande destaque nesse ano, a cantora, que mora na Inglaterra mas veio de Kosovo, abriu o EMA 2012 que é uma grande função. Além disso, Rita ganhou destaque no mundo todo com 'How We Do'.
 Dê um play em: RIP, How We Do, Shine Ya Light e Radioactive






















 Realmente amei que a Carly Rae Jepsen tenha ficado famosa, caso o contrário não teria conhecido essa cantora maravilhosa. Após o sucesso de Carly com 'Call Me Maybe' ela continuou fazendo música e mostrando que é incrível e que vai continuar famosa. Espero que ela continue famosa.
 Dê um play em: This Kiss, Curiosity, Good Time e Just A Step Away.





















 Com certeza a melhor banda que conheci esse ano. De todos que falei, os únicos que não entraram no post 'Você precisa conhecer' foi a Imagine Dragons e por isso me arrependo muito e prometo consertar. O pessoal da banda ficou famoso após de ter sua música 'It's Time' tocada no trailer de 'As Vantagens de Ser Invisível' e a partir daí eles ficaram com seu espaço nas rádios, seu álbum 'Night Visions' estava em 3º nos mais baixados do iTunes.
 Dê um play em: It's Time, Radioactive, Demons e Amsterdam

Quero saber quais cantores e/ou bandas vocês conheceram e viciaram esse ano.

O que eu fiz em 2012




 Em 2012 em fiz um monte de coisas. Então, aqui vai algumas coisas que eu consegui fazer nesse ano. Algumas estão escritas #done e outras #halfdone, que significa que eu não cumpri 100% do desejado.
 Eu li 40 livros esse ano, e pelo menos 20 deles foram comprados. Ainda tenho vários livros que comprei e não consegui ler esse ano. Espero comprar mais livros ainda em 2013 ou/e conseguir parceria com alguma Editora de livro, para eu passar o tanto de livros lidos esse ano.
 Esse ano ainda comecei a fazer resenha. Para acessá-las clique aqui.

Looks com branco

'Denim x Denim' por Jessica R.

   O post 'Looks' e o último do ano é centrado em branco. Procurei no Lookbook a tag 'White' e escolhi os looks que eu mais gostei com o tema. São vários, de estilos diferentes, pois é assim o Lookbook: vários fashionistas de lugares e idades diferentes, tudo isso refletido em seus looks que são o seu jeito de mostrarem como pensam.
 Abaixo de cada imagem vem o título e o nome da moça.

'And when you wake, you'll have cake with all the pretty little horses.' por Kerti P.
'White Heat' por Jessica Stein
'Shoes that kill' por Kryz Uy
'RED LIPS ON WHITE' por Kristina Bazan
'The city of love' por Anastasia Siantar
'FUCK THE MOSQUITOES, I'M RUNNING BAREFOOT IN THE SUN' por Thilda Mörlid Berglind

Inspiração: Show


 O post 'Inspiração' que vai encerrar o ano!! Nem acredito que esse é o último sábado do ano! Para mim o ano passou voando, lembro quando estava indo para a minha sala de aula que chamávamos de 'garagem'; de lá para cá muita coisa mudou, grande parte delas para melhor. Quero agradecer a vocês pelo ano maravilhoso que tive.
 O post dessa semana vem um pouco mais tarde. O tema é shows! Nunca fui em um show mais isso é algo que estou desejando cumprir com a chegada de 2013. Se toda aquela galera que vem prometendo vir ao Brasil ano que vem vier, eu vou acabar indo em pelo menos um show.







Filmes que vi em Dezembro - Parte 2





















 Postei ontem 6 dos 12 filmes que eu vi esse mês e agora vem a parte 2. Na parte um foram: "O diário de Anne Frank", "Um dia", "A Origem dos Guardiões", "Se Enlouquecer não se Apaixone", "Compramos um Zoológico" e "O preço do amanhã" .

























  • Meu Primeiro Amor
"My Girl é uma história de uma garota, que conta a história do seu primeiro amor e da sua perda.Vada Sultenfuss é uma garota de 11 anos. O seu pai, Harry Sultenfuss, é um viúvo que não consegue compreender sua filha e, com isso, quase sempre a ignora. Vada não tem mãe, já que ela morreu no seu parto (sendo que ela se sente culpada).
Para encarar tudo isso, Vada tem um melhor amigo, Thomas J. Sennett. Ele é um menino impopular, e isso faz com que ele não tenha amigos. Suas aventuras do verão - do primeiro beijo ao último adeus - introduzem Vada ao mundo da adolescência."

 Esse é um filme muito muito lindo. Eu nunca havia visto e achei que já estava mais que tarde e que eu deveria ver esse filme. Achei ele no YouTube, mas na hora procurava pelo meu filme romântico preferido: O Primeiro Amor; como não estava fazendo nada, vi o filme e adorei! Nem preciso contar que chorei pacas com o final.
 Aonde vi: YouTube

























  • Confiar

"Will e Lynn presenteiam sua filha Annie com um computador. O casal está convencido de que havia criado seus três filhos em um ambiente aberto e saudável e que já poderia confiar em Annie. Quando Annie faz um novo amigo pela internet - um garoto de 16 anos chamado Charlie que ela conheceu num chat de relacionamento, Will e Lynn deram toda a atenção. Quando Annie e Charlie marcam um encontro, sem que os pais dela saibam, o que acontecerá em apenas 24 horas irá mudar a família para sempre."

 Só assista esse filme se você tiver com vontade de ver. É um filme que é necessário ter mente aberta, porque o assunto é forte. Diferente de alguns filmes, esse começa praticamente após da menina sofrer estrupo, então vemos como os pais e a própria garota pensam e como eles vivem após do trauma. Você fica com muita raiva de todo, pelo menos eu e minha família ficamos, e é um filme para você tirar um boa lição de tudo.
 Aonde vi: televisão


















  •    Amanhã, quando a guerra começou (Guerreiros do Amanhã)

 "Ao voltar de uma semana de acampamento, Ellie e seus amigos descobrem que a cidade em que viviam foi invadida por um inimigo desconhecido. Suas famílias foram aprisionadas e uma guerra está acontecendo em seu país. Agora, eles estão sozinhos em uma cidade sitiada, lutando para descobrir o que aconteceu com seu país e tentando sobreviver. Baseado no livro "Amanhã - Quando a Guerra Começou" de John "

 Sabe aqueles filmes que parece que o destino o colocou lá? 'Amanhã, quando a guerra começou' foi assim. Achei no Tumblr alguns photosets do filme e simplesmente procurei o filme para ver online. Por mais estranho que pareça, achei o filme em menos de 5 minutos, em um site sobre o filme, conectei com o Facebook - que é algo que se pede para ver o filme - e logo estava vendo uma obra prima.
 O filme é incrível. Não sabia o que esperar, então a cada minuto me surpreendia. Eu fiquei muito curiosa quanto aos livros, porque se eles foram tão bons quanto o filme devem ser fantásticos. Acho que o filme merece mais fama e soube que haverá uma continuação, mas a última notícia sobre isso saiu em Fevereiro.
 Aonde vi: online






















  •  Cidade das Sombras
"Enquanto os adultos da brilhante e iluminada Cidade de Ember temem o futuro devido a uma falha em seu poderoso gerador, dois adolescentes aventureiros se recusam a perder as esperanças: Doon Harrow e Lina Mayfleet. Quando Lina faz uma descoberta surpreendente no armário de sua avó - uma caixa contendo instruções secretas e criptografadas - a sua jornada ao lado de Doon para decifrar o código a leva a revelações incríveis sobre a história e o destino de Ember e sobre a necessidade de os moradores de Ember organizarem uma grande fuga."

 Eu não sabia nada sobre esse filme quando o vi. Eu vi esse filme no Natal. Havia passado a manhã toda vendo filmes do Telecine Fun com meus pais e minha irmã e sempre que acabava um filme passava a programação da noite, e lá estava, às 22h Cidade das Sombras. Como o nome me lembrava a saga Os Instrumentos Mortais, decidi ver o filme. Perdi o começo, então não entendi tudo o que aconteceu, mas o filme continha a Saoirse Ronan e estava super feliz com isso.
 O filme é legal, mas não é super incrível. Recomendam que assistam, mas não com muita expectativa para assim se surpreenderem.
 Aonde vi: televisão




  •  Zumbilândia
"A comédia de ação da Columbia Pictures, Zumbilândia (Zombieland) gira em torno de dois homens lutando para sobreviver num mundo dominado por zumbis, Columbus (Jesse Eisenberg) é um grande covarde - mas quando você teme ser devorado por zumbis, o medo é justamente o que pode mantê-lo vivo. Tallahasse (Woody Harrelson) é um exterminador casca grossa de zumbis, armado com seu fuzil AK e a determinação de comer o último Twinkie,um bolinho com recheio cremoso, que resta na terra. Eles se associam a Wichita (Emma Stone) e Little Rock (Abigail Breslin), que também tem métodos únicos para sobreviver ao caos zumbi, mas precisarão avaliar o que é pior: confiar nos parceiros ou sucumbir aos zumbis."

 O nome do filme já diz o principal sobre ele, zumbis. Eu queria muito ver esse filme, queria vê-lo por causa da Abigail Breslin que é uma atriz maravilhosa. E acho que o filme é aquele filme que fica melhor se visto com os amigos, afinal amigos + piadas + zumbis = diversão. O mais legal é que o filme tem atores famosos, pelo menos eu conhecia grande parte dos atores que apareceram.
 Aonde vi: televisão

























  •  A Mentira
"Olive (Emma Stone) era aquele tipo de estudante cuja presença não era notada por ninguém, além de sua melhor amiga Rhiannon (Alyson Michalka). Quando ela a convida para passar um fim de semana acampando, Olive dá como desculpa que irá se encontrar com alguém. Na segunda seguinte Rhiannon lhe pergunta como foi o encontro e, para manter a história, Olive diz que perdeu a virgindade com ele. A notícia é ouvida por Marianne (Amanda Bynes), a crente da escola, que logo a espalha para os demais alunos. A situação altera o modo como as pessoas olham para Olive, o que faz com que ela se sinta dividida: ao mesmo tempo em que se sente mal por olharem para ela graças a uma mentira, ela gosta de enfim receber a atenção das pessoas. A situação potencializa ainda mais quando ela aceita a proposta feita por Brandon (Dan Byrd), seu amigo gay, de que finjam ter relações sexuais durante uma festa onde todos da escola estejam presentes. Desta forma Brandon passa a ser visto como heterossexual, deixando de ser perseguido, e Olive assume de vez a figura de vadia da escola. Só que ela não podia imaginar até onde sua fama iria levá-la."

 Acho que esse é um dos filmes mais famosos do mundo, uma consequência disso é que ele passa todos os dias da televisão, é estranho que eu nunca tinha o visto antes. Ele é para maiores de 14 anos por causa de seus assuntos. O filme é engraçado, mas não o veria de novo, não é o tipo de história que posso ver aqui em casa.
 Aonde vi: televisão

Top 7 - Livros Lidos em 2012


  2012 foi um ano muito, muito produtivo. Mais de 800 postagens no blog. Boas notas na escola. Vi vários filmes. E, para completar, 40 livros lidos! Isso mesmo, conseguir ler 40 livros em 12 meses. Para uma garota que nunca tinha lido 10 livros em um ano, acho que me superei e espero passar essa meta em 2013.
 Tenho visto vários blogs listando os melhores livros que leram esse ano. Então decidi fazer o mesmo, mas ao invés dos 10 melhores livros, são os 7 melhores livros. Aqui vai nome e sinopse de cada um dos livros. Sem nenhuma ordem.


  • O último olimpiano - Rick Riordan
Os meios-sangues passaram o ano inteiro preparando-se para a batalha contra os titãs, e sabem que as chances de vitória são pequenas. O exército de Cronos está mais poderoso que nunca, e cada novo deus ou semideus que se une à causa confere mais força ao vingativo Senhor do Tempo. Enquanto os olimpianos se ocupam de conter a fúria do monstro Tifão, Cronos avança em direção à cidade de Nova York, onde o Monte Olimpo está precariamente vigiado. Agora, apenas Percy Jackson e seu exército de heróis podem detê-lo. Nesse quinto livro da série, o combate que pode acarretar o fim da civilização ocidental ganha as ruas de Manhattan, e Percy tem a terrível sensação de que sua luta, na verdade, é contra o próprio destino. Revelada a sinistra profecia acerca do décimo sexto aniversário do herói, ele enfim encontra seu verdadeiro caminho.


  • A Seleção - Kiera Cass


Para trinta e cinco garotas, a “Seleção” é a chance de uma vida. Num futuro em que os Estados Unidos deram lugar ao Estado Americano da China, e mais recentemente a Illéa, um país jovem com uma sociedade dividida em castas, a competição que reúne moças entre dezesseis e vinte anos de todas as partes para decidir quem se casará com o príncipe é a oportunidade de escapar de uma realidade imposta a elas ainda no berço. É a chance de ser alçada de um mundo de possibilidades reduzidas para um mundo de vestidos deslumbrantes e joias valiosas. De morar em um palácio, conquistar o coração do belo príncipe Maxon e um dia ser a rainha.
Para America Singer, no entanto, uma artista da casta Cinco, estar entre as Selecionadas é um pesadelo. Significa deixar para trás Aspen, o rapaz que realmente ama e que está uma casta abaixo dela. Significa abandonar sua família e seu lar para entrar em uma disputa ferrenha por uma coroa que ela não quer. E viver em um palácio sob a ameaça constante de ataques rebeldes.
Então America conhece pessoalmente o príncipe. Bondoso, educado, engraçado e muito, muito charmoso, Maxon não é nada do que se poderia esperar. Eles formam uma aliança, e, aos poucos, America começa a refletir sobre tudo o que tinha planejado para si mesma — e percebe que a vida com que sempre sonhou talvez não seja nada comparada ao futuro que ela nunca tinha ousado imaginar.


  • Divergente - Veronica Roth


Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em cinco facções – Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição – e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível. Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, numa grande cerimônia de iniciação que determina a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma divergente, não respondendo às simulações conforme o previsto.
A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é.
E acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre sua vida, seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive.


  • Cidade dos Anjos Caídos - Cassandra Clare

A guerra acabou e Caçadores de Sombras e integrantes do submundo parecem estar em paz. Clary está de volta a Nova York, treinando para usar seus poderes. Tudo parece bem, mas alguém está assassinando Caçadores e reacendendo as tensões entre os dois grupos, o que pode gerar uma segunda guerra sangrenta. Quando Jace começa a se afastar sem nenhuma explicação, Clary começa a desvendar um mistério que se tornará seu pior pesadelo.


  • Depois dos Quinze - Bruna Vieira


Bruna Vieira tem 18 anos, é colunista da Revista Capricho e dona de um blog chamado Depois dos Quinze. Começou a escrever porque descobriu que o amor da sua vida era na verdade o amor de uma das centenas de fases que ela já viveu. Desde então, com a ordem das palavras escritas e compartilhadas nas redes sociais, Bruna superou a timidez, viajou para a Europa, fez duas tatuagens, mudou de vez para São Paulo e tornou-se uma das adolescentes brasileiras mais influentes da internet com milhares de fãs-leitoras-amigas-seguidoras. Nesse livro você encontra uma mistura de histórias, desabafos e segredos de uma garota que nasceu no interior, ama animais, usa boinas coloridas e ainda acredita no amor simples e verdadeiro.


  • Estilhaça-me - Tahereh Mafi

Juliette não toca alguém a exatamente 264 dias. A última vez que ela o fez, que foi por acidente, foi presa por assassinato. Ninguém sabe por que o toque de Juliette é fatal. Enquanto ela não fere ninguém, ninguém realmente se importa. O mundo está ocupado demais se desmoronando para se importar com uma menina de 17 anos de idade. Doenças estão acabando com a população, a comida é difícil de encontrar, os pássaros não voam mais, e as nuvens são da cor errada. O Restabelecimento disse que seu caminho era a única maneira de consertar as coisas, então eles jogaram Juliette em uma célula. Agora muitas pessoas estão mortas, os sobreviventes estão sussurrando guerra – e o Restabelecimento mudou sua mente. Talvez Juliette é mais do que uma alma torturada de pelúcia em um corpo venenoso. Talvez ela seja exatamente o que precisamos agora. Juliette tem que fazer uma escolha: ser uma arma. Ou ser um guerreiro.

  • Em Chamas - Suzanne Collins 
Depois do improvável e inusitado resultado dos últimos Jogos Vorazes, algo parece ter mudado para sempre em Panem. Aqui e ali, distúrbios e agitações nos distritos dão sinais de que uma revolta é iminente. Katniss e Peeta, representantes do paupérrimo Distrito 12, não apenas venceram os Jogos, mas ridicularizaram o governo e conseguiram fazer todos - incluindo o próprio Peeta - acreditarem que são um casal apaixonado. A confusão na cabeça de Katniss não é menos do que a das ruas. Em meio ao turbilhão, ela pensa cada vez mais em seu melhor amigo, o jovem caçador Gale, mas é obrigada a fingir que o romance com Peeta é real. Já o governo parece especialmente preocupado com a influência que os dois adolescentes vitoriosos - transformados em verdadeiros ídolos nacionais - podem ter na população. Por isso, existem planos especiais para mantê-los sob controle, mesmo que isso signifique forçá-los a lutar novamente.




Filmes que vi em Dezembro - Parte 1





















  Dezembro tem sido um mês incrível. Tenho aproveitado cada dia para fazer uma coisa diferente. Ver filme tem sido parte desses dias. Tenho uma lista imensa de filmes que sempre quis ver, mas nunca consegui. Somente nesse mês já vi 12 filmes que nunca havia visto antes, alguns que eu estava louca para ver fazia meses. Vou mostrar cada filme novo que eu vi + sinopse + o que eu achei do filme + aonde eu vi.






















  • O diário de Anne Frank

"A épica adaptação para as telas assinada por George Stevens de um dos mais comoventes documentos surgidos após a 2ª Guerra Mundial: o diário de uma garota judia de treze anos de idade, chamada Anne Frank. Para escapar aos horrores da perseguição nazista, Otto Frank (Joseph Schildkraut) escondeu sua esposa (Gusti Huber) e suas duas filhas, Anne (Millie Perkins) e Margot (Diane Baker) em um sótão desocupado em Amsterdã por dois anos. Lá, também escondidos, estavam o Sr. e Sra. Van Daan (Lou Jacobi & Shelly Winters), seu filho Peter (Richard Beymer) e um dentista, o Sr. Dussel (Ed Wynn). 
Em seu diário, Anne registra as dificuldades e medos das pessoas à sua volta que tentavam viver uma vida normal mesmo confinados no minúsculo sótão, estando todo o tempo sob ameaça de serem descobertos pela Gestapo."

 Eu conheci a história de Anne Frank por meio de 'American Horror Story'. Na série, uma moça dizia ser Anne Frank e que tinha mentido estar morta para que seu diário ficasse famoso; no final a mulher era louca, mas fiquei curiosa sobre a história da menina. Quando dei um Google no nome veio um monte de informações, depois de ver a página de Anne na Wikipedia, voltei para o menu do Google aonde logo abaixo tinha um filme da garota e sua vida.
 O filme é um daqueles que você tem que ver antes de morrer. É comovente. Triste. E no final, estava chorando e pedindo pelo livro pois queria ler a história, não me contento com o filme. Anne é uma menina amorosa e curiosa, fala quase tudo o que pensa. Seu amor por Peter é de dar inveja, pois é um amor tão lindo e puro. Vale a pena as 2:50 gastas pelo filme.
 Aonde vi: Youtube


























  • Um dia 

"Desde o dia em que se conheceram, Emma e Dexter têm uma conexão especial. A partir dessa data, eles passaram a se encontrar anualmente. Com o passar do tempo, a vida dos dois segue caminhos muito diferentes, mas tudo pode acontecer nessa linda história sobre amor e amizade."

 Esse foi um dos filmes que eu vi pelo cartaz. Que é simplesmente lindo (essa cena acontece no filme). Mas vou te contar, o filme só fica bom faltado 40 minutos para acabar. O começo é chato, super chato. Só não desisti porque eu gosto muito da Anne Hathaway. O final do filme é... inesperado e se você gosta de romance, recomendo. O que eu mais gostei foi ver como eles mudam ao longo dos anos, principalmente o Dexter.
 Aonde vi: Telecine Play






















  • A Origem dos Guardiões

"'A Origem dos Guardiões' é baseado na série de livros 'The Guardians of Childhood', de William Joyce, e segue a história dos heróis da nossa infância.
Papai Noel, Coelho da Páscoa, Fada dos Dentes se unem para salvar o mundo do malvado Bicho-Papão. Ele pretende iniciar uma era da escuridão, que destruirá o sonho de todas as crianças."

 Eu estava louca, simplesmente louca, para ver esse filme. Culpa de quem? Tumblr. O Tumblr fez com que eu quisesse e tivesse que ver o Jack Frost no cinema. E o filme é incrível, aquele filme que passa uma mensagem maravilhosa e é para ver com os irmãozinhos.
 Os personagens são maravilhosos, especialmente o Jack Frost que é um fofo. E o desenho é lindo, as cores, a produção, se você não gosta da história assista pelas cores e pelos personagens. Vale a pena.
Aonde vi: Cinema




















  • Se Enlouquecer não se Apaixone

"Craig, um menino de 16 anos (Keir Gilchrist), estressado com as demandas de ser um adolescente e por causa de sérios problemas escolares e emocionais, se interna em uma clínica psiquiátrica. Lá ele descobre que a ala dos menores está fechada — e se encontra preso na enfermaria adulta. Craig passa a conviver com adultos que possuem diversificados problemas mentais — incluindo Bobby (Zach Galifianakis) o qual se torna mentor de Craig durante sua estadia na clínica —, e se apaixona por uma moça um tanto desequilibrada, da mesma idade, chamada Noelle (Emma Roberts)."

 Eu queria ver esse filme por causa de um gif muito popular do Tumblr. A história parecia legal então eu embarquei assim que vi ele no Telecine Play. O filme é legalzinho e é um filme que não é do tipo comum. Mas tem horas que nos identificamos com o Craig, com sua vida cheia de expectativas e como nos sentimos que vamos explodir em algum momento.
 Aonde vi: Telecine Play (mas o filme não se encontra mais lá)




























  • Compramos um Zoológico

"Benjamin Mee (Matt Damon) é um pai de família que decide que precisa recomeçar sua vida após o falecimento da esposa. Desta forma, ele e seus dois filhos se mudam para um zoológico em péssimo estado de conservação, onde, com a ajuda de uma equipe de funcionários, tentam fazer com que o local recupere o brilho perdido."

 Eu adoro esse filme. Assisti na estréia do Telecine às 22h e em nenhum momento senti sono. A menina é um amor, ela é super engraçada. Assisti com a minha família e digo para fazerem o mesmo. O filme é sobre superação, então é um pouco triste, mas ainda sim é super lindo. Queria ver o filme por causa da Elle Fanning e até estranhei o papel que ela fez, mas mesmo assim adorei.
 Aonde vi: televisão




 
  • O preço do amanhã

 "Em um futuro próximo, o envelhecimento passou a ser controlado para evitar a superpopulação, tornando o tempo a principal moeda de troca para sobreviver e também obter luxos. Assim, os ricos vivem mais que os pobres, que precisam negociar sua existência, normalmente limitada aos 25 anos de vida. Quando Will Salas (Justin Timberlake) recebe uma misteriosa doação, passa a ser perseguido pelos guardiões do tempo por um crime que não cometeu, mas ele sequestra Sylvia (Amanda Seyfried), filha de um magnata, e do novo relacionamento entre vítima e algoz surge uma poderosa arma com o sistema e organização que comanda o futuro das pessoas."

 Sempre fiquei curiosa quanto a esse filme. A sinopse sempre fez com que eu fosse na locadora mais próxima a procura do filme, mas sempre que fazia isso, o filme estava alugado. Imagina a minha felicidade ao ver o filme no Telecine Play. Eu vi ele no mesmo dia que o "Um dia" então não estava muito de bom humor. Mas o filme me surpreendeu e o que mais me surpreendeu foi quando o Alex Pettyfer apareceu. O filme é muito legal, recomendo que assistam.
 Aonde vi: Telecine Play

Esses foram 6 dos 12 filmes que vi esse mês. Próximo post: amanhã.


"Estilhaça-me" de Tahereh Mafi

Nome: Estilhaça-me
Autora: Tahereh Mafi
Nº de Páginas: 302
Coleção: Estilhaça-me
Editora: Novo Conceito
 

Juliette não toca alguém a exatamente 264 dias. A última vez que ela o fez, que foi por acidente, foi presa por assassinato. Ninguém sabe por que o toque de Juliette é fatal. Enquanto ela não fere ninguém, ninguém realmente se importa. O mundo está ocupado demais se desmoronando para se importar com uma menina de 17 anos de idade. Doenças estão acabando com a população, a comida é difícil de encontrar, os pássaros não voam mais, e as nuvens são da cor errada. O Restabelecimento disse que seu caminho era a única maneira de consertar as coisas, então eles jogaram Juliette em uma célula. Agora muitas pessoas estão mortas, os sobreviventes estão sussurrando guerra – e o Restabelecimento mudou sua mente. Talvez Juliette é mais do que uma alma torturada de pelúcia em um corpo venenoso. Talvez ela seja exatamente o que precisamos agora. Juliette tem que fazer uma escolha: ser uma arma. Ou ser um guerreiro.

  Juliette Ferrars não pode tocar ninguém. Toda vez que ela toca alguém, essa pessoa sofre com uma dor podendo até morrer - ela já viu isso acontecer antes. Com 14 anos de idade foi trancada em um manicômio e desde então não sabe o que acontece com o mundo lá fora. Ela sabe que O Restabelecimento, nova forma de governo, não é bom como todos imaginavam que seria. A natureza morre a cada dia e dificilmente são vistos animais andando por aí. Não há muita comida e idosos e órfãos são largados por aí para morrer.
 Certo dia, é colocado em sua cela um cara. O que ela descobre é que esse cara fez parte de seu passado. Seu passado: era humilhada na escola; todos chamavam ela de aberração; ninguém era gentil com ela; os próprios pais não a queriam, sempre a odiaram, desde do momento em que tocou sua mãe pela primeira vez. 
 Esse livro é imprevisível. Quando você acha que entendeu algo, a autora faz questão de mudar tudo para que você não entenda nada e se sinta, às vezes, sem esperança.
 No começo eu me sentia confusa. Muito confusa. Sabia que a história era boa, sentia isso, mas não conseguia entender ela. Isso porque, Juliette narra de um jeito diferente, ela não esclarece a história para que possamos acompanhar, ela enfia informações quando menos esperamos. Só depois que ela conhece o Warner - vou falar assim para não ser um spolier muito grande - comecei a entender a narrativa, que por sinal tem vários parágrafos/frases tachados, para simbolizar os pensamentos 'obscuros' de Juliette, que, enquanto está na cela, tem de montes.
 Uma coisa que gostei na história foram os personagens. Não tinha meu preferido. Gostava de cada um deles, sendo ele bonzinho ou malvado (que, é praticamente impossível que reconhecer). Cada um tem um jeito único, diálogos (que no final contém muitos muitos palavrões), jeito de falar, vestir; mesmo não focando ou explicando você sente isso na narrativa.
 Eu acho que não deveria conter as palavras que vemos na capa, para mim elas deveriam estar presente somente no segundo livro porque elas são um spolier gigantesco sobre o final do livro. Como qualquer spolier, você sabe que vai acontecer, só não sabe quanto. E se isso era para servir de estimulo para o livro, digo que não precisava pois o livro em si faz com que você queria ler tudo de uma só vez - só para vocês terem uma ideia, eu li do capítulo 7 até o capítulo 30 em um dia. 
 Não tem como falar muito do livro sem colocar os desfechos da história no meio. Mas posso assegurar a vocês que o livro é incrível e que mesmo que o começo possa ser confuso e estranho, insista na história porque ela vai melhorar e muito. Estou louca para o próximo.

Sobre Livros

  Acho não há nada melhor do que um bom livro. Não há nada que possa te tirar de um mundo e te levar para outro, numa outra vida, com outras pessoas, aonde lá é melhor. Não vale dizer: e a música? Música te leva para outro mundo sim, mas não igual à livros. Livros te levam para um lugar melhor, mesmo se lá for o inferno, de algum jeito lá será melhor.
 Uma vez me contaram que não gostavam de ler, vai por mim isso acontece a pacas. E toda vez faço a mesma cara de espanto. Porque o que é a vida sem magia, sem criatividade, sem o gosto de mudar de mundo? Eu respondo: não é vida. Pelo menos não é viver. Como você vive sem livros. Não me diga que há coisas melhores porque não há. O que é melhor do que num dia chuvoso, você em seu cantinho, viajando por outro universo, por uma realidade paralela, fazendo coisas que você não seria apto a fazer?
 Digo que quando uma pessoa não gosta de ler, ela não achou o livro certo. Todos temos gostos diferentes, então o que podemos fazer é ajudar o nosso maravilhoso amigo(a) a achar o livro, ou gênero, que ele gosta. Pode ser algo cansativo, chato, mas eu amo ver o meu amigo anti-livros devorando um bocado de livros, acho que todo bookholic é assim, certo?
 Então como promessa de ano novo, por que não ajuda seu amigo anti-livros a virar um bookholic ou você tente achar o gênero perfeito para você? Eu estou à caminho de ajudar minha amiga, só falta fazer o pedido do livro :)

Minha alma gêmea aka meu melhor amigo


   Quando nos conhecemos éramos jovens. Não, mais jovens que isso, pirralhos. Éramos dois pirralhos de 5 e 7 anos. Nossos pais trabalhavam juntos. E logo, um contava tudo para o outro. Como toda garota que te conhecia, não demorou muito para eu me apaixonar por você. O modo que ríamos de todos, tínhamos nossas próprias piadas. Seu jeito de me proteger e de brigar quando me zoavam. Como você sempre passava em casa procurando por mim. Me abraça quando me via chorar.
  Conforme fomos crescendo, fomos nos afastando. Você sempre passava em casa, mas já não me abraçava. Ríamos, mas não dos outros, nossas piadas foram perdendo a graça. Depois, fomos para escolas diferentes, era nova demais para ficar na sua escola e só nos víamos nos finais de semana. Os finais de semana foram substituídos por passeios quinzenais. E. Quando me dei conta, só nos víamos no Natal quando seu pai vinha em casa e você era obrigado a vir com ele. Meu coração sempre acelerava quando te via, mas você nem mais sorria ao me ver, mas o que quebrou mesmo o meu coração foi quando você trouxe aquela que era "o amor da sua vida" para jantar lá em casa.
  Lembro-me dela. O cabelo loiro estava sempre solto. Os olhos verdes e grandes, "seus olhos parecem o de uma coruja" disse para ela, mas você logo cortou minha piada dizendo que eu era uma menina tola e infantil. Aquilo quebrou meu coração, vê-lo sorrindo e a abraçando-a, porque você não me abraça assim eu queria perguntar. O que ela tem que eu não tenho? Mas eu não perguntei, porque tinha medo da resposta. Tinha medo de você rir da minha cara e me zoar. Não suportaria.
  No final da noite, vi vocês dois se beijando e soube que não suportaria mais. Eu decidi conversar com a minha mãe, sobre um projeto de intercâmbio que eu estava louca para fazer. Um ano longe dos dois me faria bem. Ela não aceitou, obvio, que mãe se livra da filha tão facilmente, mas ainda sim, não desisti; e toda vez que você a tocava minha vontade crescia, assim como a minha tristeza e meu choro contido. Fui dormir chorando, tanto que acabei molhando o travesseiro inteiro em lágrimas.
 Depois de muitas semanas, consegui fazer minha mãe aceitar o intercâmbio e lá fui eu: um ano longe da minha família. Provavelmente teria desistido, se você e a senhorita loira não tivessem ido se despedir de mim. Você, todo sorridente, desejando que eu tenha um "ótimo ano e que Londres seja tão incrível quanto parece", fiquei feliz, seriamente, você lembrava do meu nome, depois de tudo.
  Londres foi maravilhoso. Cada dia era melhor. Ficava tão feliz lá que não via os dias passarem. Foi a melhor coisa que aconteceu na minha vida desde que você saiu dela. Conheci muitas pessoas. Um dia 100 amigos no Facebook, no outro mais de 2000. O que melhorou não foi só minha simpatia, mas meu gosto por moda e fotografia. Me encontrei em Londres. E quando foi para ir embora, chorei muito; um pouco por saudade de casa e muito pela saudade que sentiria de Londres.
  Quando voltei você não estava me esperando no aeroporto. Não foi me visitar. Seu pai me disse que você estava sofrendo com o término do namoro, quase ri e festejei quando ouvi ele dizendo isso: você estava sofrendo com o coração partido depois de tudo. Só te vi no primeiro dia de aula. Você estava diferente, mas eu deveria estar mais porque você deu um pulo ao me ver. Mas também ficou feliz, deu um sorriso do tamanho da Lua e me abraçou no meio do corredor. Eu comecei a chorar e te abracei mais. Lembro das suas palavras no meu ouvido "Nunca, nunca, nunca mais vou deixar você ir embora. Não sou nada sem você. Você faz parte de mim. Não tenho vontade de viver sem a única pessoa que me faz feliz. Me desculpa por te deixar. Me desculpa por ser um idiota. Vou consertar os 3 anos que perdemos. Eu prometo.... prometo, só não vá embora". Lembro depois de nós dois cabulando o primeiro dia de aula para ir no cinema.
  Não demorou muito para namorarmos. E quando isso aconteceu, Londres não era nada comparado à felicidade que sentia a te ver. O resto da nossa vida passou rápido: você entrou para a melhor faculdade de Direito, eu consegui entrar na faculdade de Paris, depois que lidamos com a relação São Paulo-Paris ambos nos refugiamos em uma cidadezinha da Inglaterra e lá criamos nossos 3 filhos. E aqui estou eu, escrevendo uma mensagem que lerei em nossos 25 anos de casados. O que posso dizer? Sou a mulher mais feliz do mundo apaixonada pelo meu melhor amigo.

Roube o Estilo: Kendall Jenner


 Uma moça que eu amo é Kendall Jenner. A garota ganhou muito destaque este ano. Vogue, Fashion Night's Out, New York Fashion Week são alguns dos trabalhos, muito importantes por sinal, que a moça fez em 2012. Com a chegada de 2013, Kendall vai poder inspirar suas fãs ainda mais com a coleção de moda que fará (fez mais ainda não foi lançada) com sua irmã, Kylie. 
 Já deu para notar que Kendall é um ícone da moda. E o melhor, no dia a dia, ela faz looks simples que são fáceis de copiar e não é necessário muitas peças diferentes, já que ela monta vários looks com a mesma trouxa de roupa. Algo que dá para notar também é que ela e as irmãs trocam de roupas, assim uma usa a que a outra não quer mais.